Como cuidar das suas roupas para que elas durem muito

Na Boutique Atelier trabalhamos muito com upcycling e consequentemente se torna um assunto frequente em nossas redes sociais. Somos apaixonadas por transformar roupas e resignifica-las e também por isso somos super à favor do slow fashion. Comprar peças de roupas com uma qualidade maior que vão durar anos nos nossos guarda-roupas não só são um excelente investimento, principalmente para quem já é adepto ao upcycling, como também é um hábito de consumo consciente que devemos cada vez mais inserir no nosso dia-a-dia.

Pensando nisso e nas nossas clientes que sempre tem dúvidas em relação a como cuidar de suas peças de roupas para que durem mais e se conservem da melhor forma possível, resolvi fazer um apanhado de dicas. Como devemos lavar, secar, passar e guardar nossas amadas roupas para que durem muito e depois ainda possam virar outras peças lindas?

Umas das coisas que mais acho importante e que poucas pessoas se atentam são aqueles símbolos meio esquisitinhos que estão nas etiquetas das peças. Eles nos indicam tudo que precisamos saber como temperatura de lavagem que aquele tecido aguenta, se podemos centrifugar ou não, se passamos à ferro…enfim, eles são o nosso norte em relação ao cuidado que devemos ter com nossas roupas. A tabela abaixo é para dar uma ajudinha na hora de saber interpretar cada um deles.

Ótimo! Agora que já sabemos como devemos limpar e passar nossas roupas, vamos a outra etapa muito importante,e que se for feita de forma errada pode desfalcar seriamente seu armário. Como guardá-las! Essa parte é mais delicada e cada tipo de tecido e peça tem suas particualridades por isso vou dividir por tipos, ok?!

Vestidos de festa

A primeira dica : usou, mande lavar em lavandeira especializada o quanto antes.

Não demore mais do que dois dias para colocar seu vestido para lavar pois mesmo que pareça limpo pode ter alguma mancha ou sujeira que passe desapercebido e depois de guardá-lo sujo, as chances de manchar são imensas.

Porque lavanderia? Não é uma regra mas eu indico. Uma vez que são vestidos de maior custo e geralmente apresentam bordados, rendas e mistura de tecidos nobres. Assim é impossível colocá-los na máquina de lavar e lavar na mão pode não remover toda a sujeira de maneira adequada, estragando seu vestido com uma futura mancha.

Na hora de guardar devemos nos atentar para nosso tipo de armário. Se ele tiver espaço suficiente para que seu vestido fique pendurado sem amassar , ótimo! Pode pendurar! Sempre pelas alças de cetim que ficam dentro da peça (NUNCA corte essas alçinhas)para que o vestido não deforme ou fique marcado. Eu particularmente gosto de guardar meus vestidos em capas de TNT (JAMAIS usar plástico! Eles não permitem que o tecido respire) pois como os tecidos são mais delicados e a maioria deles tem algum tipo de bordado ou detalhe evito que o mesmo prenda em outro tecido e acabe estragando outra peça.

Caso seu armário não comporte de forma adequada seus vestidos, o melhor é usar caixas de papelão ou plástico para guardá-los.Na hora de dobrar o vestido atenção a quantidade de dobras e locais de vincos, sempre protegê-los com papel de seda e colocar algum sâche anti-mofo dentro da caixa. Se o vestido tiver bordados, colocar papel de seda também em cima do bordado para que não entre em contato com o resto de vestido. Caso seja um vestido de seda ou cetim não aconselho a dobrar pois esses tecidos podem ficar marcados.

Dica Especial:Para evitar que seus vestidos brancos ou muito clarinhos fiquem amarelados, use papel de seda azul marinho para guardá-los.

Linho

O linho é um dos tecidos mais antigos da história da humanidade. Apesar da alta resistência e durabilidade, erradamente é visto como um material delicado. Embora de fato seja um tecido mais resistente que o algodão, ainda é preciso alguns cuidados. Nunca devemos lavar esse tipo de tecido com àgua quente pois ele irá encolher. O ideal seria lavar à seco mas antes de decidir como irá lavar, é importante conferir a etiqueta e o que o fabricante orienta. Se for lavar em casa nunca usar a secadora e nem detergentes biológicos pois esses contém uma enzima que consome as proteínas de manchas de alimentos e podem danificar a fibra do linho que também é feita de proteína. Usar sempre o ciclo delicado da máquina.

Na hora de guardar sua roupa de linho é importante não usar cabides com pregadores para não marcar a peça. O linho permite que você pendure, dobre ou até mesmo use sacos à vácuo para guardar as peças feitas desse tecido.

Seda

Atemporais e chiques! As roupas de seda podem ser guardadas por anos e ainda estarão em alta por várias estações. Dependendo do modelo da peça e se você cuidar bem dela, poderá usá-la até o fim da vida.

Eu só lavo minhas roupas de seda na mão e nunca torço. Aconselho sempre nossas clientes a fazer o mesmo. A seda para mim é aquele tipo de tecido que merece todo carinho e se for seda pura então…terá meu amor! Dizem que você pode usar a máquina no ciclo apropriado, colocando a peça dentro daqueles saquinhos apropriados para roupas delicadas. Eu nunca fiz e nem pretendo mas quem quiser arriscar…depois me conta se funcionou.

Você pode guardar as peças de seda tanto penduradas quanto dobradas. A única atenção que deve ter é na hora de guardar em saquinhos. Nunca use os de plásticos e nem os de tecidos que não permitem que a seda respire pois além de potencializar o amarelamento, prende a umidade favorecendo o aparecimento de mofo. Isso serve também para aqueles sacos de lavanderia…são ótimos para transporte e péssimos para armazenamento.

As fibras da seda também não gostam muito de calor então nada de guardar roupas desse tecido em lugares que o sol bate muito forte e quando for passar sempre usar o ferro na opção seda e pelo lado contrário da peça.

Couro

Seguir as instruções de lavagem da etiqueta é importante para qualquer peça, como já falei várias vezes aqui. Mas quando estamos falando de couro esse é um cuidado que não podemos deixar de ter. Os tipos de lavagem podem variar de acordo com o tipo de couro e é por isso importante estar atento à etiqueta. Nunca usar máquina para lavar esse tipo de tecido!!!!

Eu pessoalmente tenho uma regra: Couro, camurça e vestido de festa vão para lavanderia. Embora usar esse tipo de serviço tenha seu custo, certas peças merecem o investimento visto que são roupas mais caras e especiais. O couro por exemplo, quando lavado em lugar especializado é feito de forma artesanal.São aplicados agentes desengraxantes e aditivos desengordurantes, detergentes minerais e orgânicos. A sujeira é removida sem ação mecânica ou química para não afetar a cor original da peça.

Uma vez sua peça de couro estando limpinha você deve guardá-la em sacos de TNT (percebam que esses são os melhores amigos das nossas roupas) para proteger de calor e luz que podem manchar e ressecar o material. O couro tende a absorver muita umidade, e corre um risco maior de mofar.É importante deixar as peças receberem ventilação antes de guardar. Deixe as peças de couro penduradas em um local ventilado e na sombra após o uso. Além disso o ideal é guardar esse tipo de material sem fazer muitos vincos.

Uma dica muito importante e que faz toda a diferença é a hidratação. Isso mesmo! Sua peça de couro precisa ser hidrata. O couro é uma pele e se não for hidrata pode “craquelar” assim como a nossa pele. O ideal é hidratar pelo menos duas vezes ao ano. Para isso basta usar um hidratante normal sem cheiro (eu amo usar aquele nivea de pote, sabe?) ou usar um hidratante específico para o material , você vai aplicar uma quantidade pequena com um pano macio e fazer movimentos leves e circulares. Depois é só deixar o couro secar bem e naturalmente.

Esses são os itens que na minha opinião temos que ter mais cuidado em manter conservados pois são atemporais, não saem de moda e toda e qualquer peça feita nesses tecidos pode ser recriada e voltar a ter uso .Isso se estende aos vestidos de festa também que embora possam ter seus modelos desatualizados, devido aos materias nobres que são feitos podem e devem ser reaproveitados.

Além desses cuidados específicos que citei, existem algumas outras diquinhas que considero legais e que podem nos ajudar com a manutenção de um armário lindo e sustentável .

São elas:

1- Produtos com cloro podem aumentar o amarelamento das roupas, principalmente quando usamos àgua quente.

2- Usar muito sabão além de não limpar mais a roupa pode deixa-la amarela, manchar e endurecer a peça. Se a roupa estiver muito suja, use a pré-lavagem e não mais sabão. 

3- Roupas escuras não podem ser lavadas com sabão em pó, pois eles mancham e desbotam a roupa. Usem sempre o liquido.

4- Roupas de malha ou lã não devem ser torcidas ou centrifugadas. Na hora de secar devem ser colocadas na horizontal e na sombra.

5- Evite usar o modo mais pesado da máquina para peças de algodão pois assim as fibras não se desgastam mais rapidamente.

6- Para evitar que a lavagem do seu jeans desbote, coloque para lavar sempre ao avesso.

7- Dê preferência a sabão neutro e use amaciante com cuidado.

8- NUNCA colocar na máquina peças de veludo, couro, camurça, rendas, crochê, tricô e peças com bordados e/ou aplicações.

Deixe uma resposta